Logo Cnj 
Logo Cnj 
Portuguese English Spanish
 

MPF oficia a Defesa Civil Nacional sobre ações de apoio às defesas civis para o Caso Pinheiro

Recomendação expedida em março abordou coordenação das ações de defesa civil em Maceió, pela Defesa Civil

MPF oficia a Defesa Civil Nacional sobre ações de apoio às defesas civis para o Caso Pinheiro

O Ministério Público Federal em Alagoas expediu ofício à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil solicitando informações sobre o andamento dos trabalhos de coordenação relacionados ao Caso do Pinheiro, Bebedouro e Mutange, bem como sobre ações de apoio relacionadas às medidas recomendadas anteriormente. (Veja aqui)

Em março, o MPF expediu recomendação à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para que adotasse providências no sentido de promover a articulação e coordenação das defesas civis nas três esferas (Nacional, Estadual e Municipal) para adoção de medidas conjuntas e eficazes, não só para redução dos riscos envolvidos, mas também para em caso de eventual desastre (por exemplo, ações de socorro, assistência às vítimas, ações em saúde, rotas de fuga, planos de contingências etc), inclusive com a instalação da sala de coordenação.

Ofício – Assim, o ofício expedido na última segunda-feira, 20 de maio, requer informações sobre as medidas já adotadas, bem como se foram previstas ações de apoio quanto à realização do cadastro da população da área afetada de forma segura e confiável; à demarcação física da área afetada, sobretudo, quanto à área de risco; definição do plano de ação, a partir da área afetada identificada pelos estudos da CPRM, indicando a priorização de áreas a serem evacuadas e áreas que devem ser monitoradas.

Assinado pelas procuradoras da República Cinara Bueno, Niedja Kaspary, Raquel Teixeira e Roberta Bomfim, o Grupo de Trabalho requer ainda informações quanto às medidas de apoio relacionadas à inspeção dos imóveis localizados na área afetada, conforme indicado pelos estudos da CPRM, priorizando aqueles situados nas proximidades e em continuidade dos imóveis incluídos no mapa de feições da CPRM de outubro de 2018, no intuito de identificar a existência de vulnerabilidades nas estruturas físicas que indiquem a necessidade de evacuação. 

Para o MPF, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil deve ainda promover a unificação da comunicação quanto aos trabalhos relacionados ao caso do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, bem como definir os planos de realocação e/ou de contingência em relação às unidades de saúde e de ensino localizadas na região afetada.

Caso a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil esteja adotando ações de apoio nos quesitos apontados, o GT Caso Pinheiro solicita informações sobre tais ações e metas estabelecidas, assim como o cronograma elaborado para o alcance dos objetivos.

Saiba mais sobre a atuação do MPF no Caso Pinheiro.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Alagoas
(82) 2121-1485/9.9117.4361
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
twitter.com/mpf_al
 
Atendimento ao cidadão em Maceió (AL)
(82) 2121-1400

 

 
Fonte: Ministério Público Federal
Tags: ,

     

SENP, Quadra 514 Norte,
Lote 9, Bloco D
Brásilia - DF, 70760-544

 

  • (61) 2326-5000

SAFS, Quadra 2 Lote 3
Edificio Adail Belmonte
Brásilia - DF, 70070-600

  • (61) 3366-9100