Logo Cnj 
Logo Cnj 
Portuguese English Spanish
 

Procuradoras do MPF realizam visita técnica ao bairro do Pinheiro, em Maceió (AL)

Informações colhidas junto aos moradores do bairro serão utilizadas nas reuniões previstas para os dias 1° e 4 de fevereiro, na sede do MPF

 

Foto mostra as procuradoras conversando com moradores e servidores da Defesa Civil

Arte: Ascom MPF/AL

Nesta quinta-feira (31), o Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas realizou visita técnica ao bairro do Pinheiro, como ação de aproximação com o cidadão, verificando in loco a situação dos moradores, a assistência do poder público municipal, o cadastro dos moradores para recebimento de auxílio, bem como as condições gerais do bairro e dos imóveis.

Sob a coordenação das procuradoras da República Niedja Kaspary e Roberta Bomfim, a visita técnica coletou imagens e informações que instruirão o inquérito civil n. 1.11.000.000649/2018-29, instaurado para apurar notícia de tremor de terra, no dia 03/03/2018, com epicentro registrado no bairro do Pinheiro, no município de Maceió (AL).

Com a visita, as procuradoras puderam aproximar-se dos anseios dos cidadãos e compreender melhor suas angústias. Carros e caminhões de mudança em operação foram identificados, bem como imóveis já evacuados na área mais crítica. Além das erosões mais aparentes, as procuradoras entraram em imóveis e constataram o risco que os moradores já evadidos estavam enfrentando e os que alguns moradores resistentes à saída ainda convivem.

A procuradora Regional dos Direitos do Cidadão, Niedja Kaspary, ressaltou a importância do contato direto com o cidadão para constatar a real situação do bairro e as necessidades dos moradores. Ao final da visita declarou: “mais que nunca precisamos encontrar uma solução rápida para estes cidadãos. Vimos que a Defesa Civil municipal tem cumprido seu dever com empenho e dedicação reconhecidos pelos próprios moradores, mas estaremos atentos aos cadastros, a fim de garantir que os benefícios sociais do governo federal alcancem seu real fim”.

Para a procuradora da República Roberta Bomfim, a visita foi especialmente proveitosa para melhor compreensão das circunstâncias que hoje os moradores estão enfrentando. “Sempre soubemos que a situação era difícil, afinal é o único bem de muitas dessas famílias, o único teto, mas estar aqui e constatar a gravidade da situação é importante para podermos alertar aos moradores resistentes à saída e também cobrar do poder público responsável a adoção das providências necessárias”.

Todas as informações colhidas sobre a atuação da Defesa Civil, o cadastro dos moradores para recebimento de auxílio moradia, as dúvidas e ansiedades dos moradores do bairro serão utilizadas nas reuniões previstas para os próximos dias 1o e 4 de fevereiro, na sede do MPF.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Alagoas
(82) 2121-1485/9.9117.4361
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
twitter.com/mpf_al
 
Atendimento ao cidadão
(82) 2121-1400

 
Fonte: Ministério Público Federal

 
 

     

SENP, Quadra 514 Norte,
Lote 9, Bloco D
Brásilia - DF, 70760-544

 

  • (61) 2326-5000

SAFS, Quadra 2 Lote 3
Edificio Adail Belmonte
Brásilia - DF, 70070-600

  • (61) 3366-9100